Páginas

terça-feira, 23 de agosto de 2011

A alma do meu jardim


A ALMA DO MEU JARDIM


Perguntam-me o que é a chuva.

Gotas minúsculas de água?

Como pequenas frutas da uva?

Grande chuveiro a lavar mágoas?


Nada disso, respondo e digo.

É como mágico borrifar

De algum duende amigo

Para meu jardim despertar


Após a chuva, o jardim desperta.

Belo cenário para uma criança,

Sua alma radiante e alerta

Mostra mil cores e pujança.


Luiz Ramos©2007

Foto: ramosforest©

8 comentários:

Tere Tavares disse...

Os jardins teem as flores (almas) que lhes damos.

Abraço

AÍDA TOVAR disse...

Que bonita essa poesia,tem um ritmo suave, vamos lendo e imaginando cada verso de uma maneira única.muito belo.
um abraço

Indrani disse...

Lovely lonely flower.

Granitesonline disse...

Wow that was an awesome presentation. You have a great writing style. Cheers you have a blog follower.
Keep Posting
Great Post

Luís Freitas disse...

Chuva, das coisas mais inspiradoras que a natureza nos mostra =)

morange disse...

True Religion jeans outlet
True Religion outlet
True Religion
True Religion
true religion men coat
true religion men jean clothes
chaussures pas cher

Allana T. disse...

linda demais sua poesia.... também tenho um blog visite lá...

http://allanatlarsen.blogspot.com/

Joselito de Souza Bertoglio disse...

poema show

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin