Páginas

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

O Caos Urbano. Urban Planning or not.



Salvem as cidades do caos.


A ausência de equilíbrio e equidade no desenvolvimento social, principalmente em paises chamados em desenvolvimento, está muito bem representada nas paisagens das cidades. É o caos urbano.


Da crescente concentração da riqueza, assim como do aumento e expansão da linha da pobreza pode-se constatar que, nas áreas urbanas, o desenvolvimento, com seus benefícios e potencialidades econômicas, convive com falta de moradia e pobreza extrema.


Fala-se em consolidação dos assentamentos humanos e distribuição de cidadania, mas, esse desafio passa pela otimização da dinâmica social nas cidades e pela diminuição do índice da pobreza, com base em políticas públicas e gestão urbana com inclusão dos menos favorecidos.

As cidades brasileiras têm problemas fundamentais, como a baixa taxa de investimento em infra-estrutura urbana, nos sistemas de transporte coletivo de massa e em saneamento, resultando em crise na saúde, em educação e surgimento da violência, o que prejudica o desempenho da economia nacional e pode inviabilizar um ciclo de crescimento.

As principais dificuldades enfrentadas para a implementação da política de desenvolvimento urbano encontram-se nos contingenciamentos orçamentários e financeiros dos recursos da União, nas restrições de crédito, nos limites financeiros e na ausência de conscientização do setor empresarial e dos indivíduos. Neste contexto, inclusive sob o aspecto de desenvolvimento regional, o combate à deterioração da paisagem urbana passa pela reformulação do conceito de cidade e por um novo planejamento.

Um exemplo de política pública para alcançar o desenvolvimento sustentável das cidades, baseada na gestão do espaço urbano, é o Estatuto das Cidades, Lei nº 10.257, de 10 de julho de 2001, que regulamenta os artigos. 182 e 183 da Constituição Federal e estabelece diretrizes gerais da política urbana, com o objetivo de ordenar o pleno desenvolvimento das funções sociais da cidade e da propriedade urbana, mediante diretrizes gerais relacionadas em seu artigo 2º. Dados existentes constatam que 80% da população estará concentrada nas áreas urbanas nos próximos anos, além da produção industrial e a comercialização de bens e serviços, com seus benefícios e seus danos ambientais. O conceito de direito à cidade compreende um ambiente saudável e um bom nível de qualidade de vida.

Uma política urbana deve pautar-se pela conscientização dos conflitos de interesse e da responsabilidade pelos custos ambientais e sociais decorrentes do crescimento. Iniciativas governamentais, empresariais e da cidadania em geral deverão criar novos caminhos, visando o alcance de objetivos essenciais como o aproveitamento sustentável dos recursos naturais, a preservação de bens materiais e imateriais e o combate ao desperdício. A conseqüência imediata será a melhoria da qualidade de vida.

Porém, é preciso que o interesse público e ambiental prevaleça sobre os interesses políticos e pessoais.

Luiz Ramos

Foto: ramosforest©

5 comentários:

sonia a. mascaro disse...

Obrigada Luiz pela participação no Ecological Day! Muito interessante o seu post, ele me toca pessoalmente. Nasci e morei em São Paulo até 1989. Desde então estou morando num condomínio às margens da Represa Jurumirim (SP). Cada vez que volto a São Paulo fico abismada com o caos urbano, além da insegureança. Ótimo post!

Me desculpe o transtorno, mas o Mister Linky apareceu e desapaceu várias vezes, assim como o meu post. O Blogger está péssimo para mim, não atualiza... não consigo às vezes ver a página ou o painel... não imagino o que seja. Isso atrapalhou muito a coletiva.
Abraços e obrigada pela participação.

sonia a. mascaro disse...

Oi Luiz, já coloquei o seu link entre os participantes do Ecological Day. Já republiquei o post várias vezes e a atualização não aparece. O Blogger continua dando problemas para mim... Estou pensando em mudar para o WordPress...
Bjs.

Luiz Caio disse...

Olá caro amigo!
Prevalecer sobre os interesses politicos e pessoais... Eis aí o grande desafio!

UM TEXTO ENRIQUECEDOR!

TENHA UMA ÓTIMA TARDE!

luzdeluma disse...

Luiz, estamos em sintonia!! Boa semana! Beijus

abueloscrisytoño disse...

Amigo Ramos, pinchando en las letras de "orquestra folc" debería salir yo probé ahora mismo y funciona no se que pudo pasar inténtalo de nuevo si quieres
Un abrazo

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin