Páginas

quarta-feira, 10 de março de 2010

Babás, bebês e ciclovias.


Babás, bebês e ciclovias.

Não somente nos últimos dias temos visto acidentes de trânsito que demonstram a imprudência, a imperícia e a imaturidade de motoristas e pedestres. Hoje em dia, já se denomina o fato como “ocorrência de trânsito”, pois acidente teria outras características.

A conscientização que se pretende para o cidadão deve ser abrangente: cívica, civilizada, com urbanidade, prevista no urbanismo, socioambiental e ética. Nesse contexto, a autoridade deve cuidar da aplicação dos regulamentos edilícios, o legislador buscar normas eficientes, o judiciário ser ágil e o individuo agir de modo responsável.

Considero que dirigir veículos em vias públicas é de muita responsabilidade. Assim, o motorista não deve ultrapassar em lugares perigosos, deve dirigir com velocidade compatível, respeitar sinais de trânsito, trafegar pela direita da pista de rolamento. Por outro lado, as autoridades devem criar pistas de rolamento e áreas de circulação de pedestres bem cuidadas e fiscalizar de modo coerente, entre outras obrigações.

Dentro dessas premissas, caminhar em grupos ou sozinho, passear com idosos e "dirigir" carrinhos com bebês também são atos de muita responsabilidade. Tenho constatado que, indivíduos, grupos de pessoas, idosos e babás com bebês na ciclovia da Lagoa, no Rio de Janeiro, não respeitam regras de circulação nas vias compartilhadas e nem nas exclusivas de ciclistas, como a ciclovia da Lagoa para o Humaitá. Muitos ciclistas andam em velocidades incompatíveis com o local, “personal trainers” e vendedores ocupam a pista de rolamento e outras pessoas ainda usam triciclos de carga nas vias de circulação das ciclovias.

Ciclovias compartilhadas – com pedestre e ciclistas, são sempre problemáticas e a interação ciclistas e pedestres deve basear-se na conscientização de que existem normas no Código Nacional de Trânsito e o bom senso. Prevenir não custa nada. Remediar pode custar caro. O Código Nacional de Trânsito aplica-se nas ciclovias, para pedestres em geral - inclusive idosos e babás - e para ciclistas.

Luiz Ramos(@)

Foto: ramosforest©

Um comentário:

Hildred and Charles disse...

I do wish that I could read your blog properly, - but I know I would like to be a ciclist on that lovely street. Or a pedestre.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin