Páginas

terça-feira, 20 de maio de 2008

Conversa de criança: meus carrinhos.

Kid's Talk.

I have always collected a lof of stuff as cars and pencils.

_______________________________________________________________________

Eu já falei sobre minhas coleções. Desde criança, eu coleciono, de miniaturas diversas a caixas de fósforos e lápis com propaganda até estampas do sabonete Eucalol em seu devido álbum.

Eu lia e colecionava, também, gibis diversos, de vaqueiros americanos – Roy Rogers, Buffalo Bill e Zorro, até o bem brasileiro Jerônimo, o Herói do Sertão. Todos foram destruídos por cupins e pela umidade, durante esses anos.

Só não consigo colecionar notas de US$ 100,00. Em compensação, tenho um imenso grupo de amigos. Obviamente, eu não coleciono amigos, mas, sim, eu alimento a amizade com minha disponibilidade de intercambiar solidariedade e companheirismo.

Isso tudo parece conversa de criança e, no fundo, é isso mesmo. O melhor que guardamos nessa vida é o nosso lado criança. E é a criança que existe em mim que coleciona de tudo, inclusive carrinhos tão pequenos e perfeitos como esses da foto que ilustra este texto.

Foto: ramosforest (c)

6 comentários:

Luiz disse...

que legal esse seu hobby ! Acho um barato. Tenho um colega da trabalho que coleciona carrinhos tambem, mas ele compra no jornaleiro, acho. Pelo visto a sua coleção é mais requintada. abraço

Madalena Barranco disse...

Olá pai Luiz!! Ah, por isso que eu adoooro você - pois traz fantasia viva em cada coleção. Eu também tenho um fusquinha em miniatura - heheh! Mas acho que sua especialidade é colecionar amigos queridos. Beijo.

Antônio J. Xavier disse...

Eu ainda tenho meus gibis...
Cheguei a tentar colecionar latinhas de cerveja... mas não me divertia tanto assim...
Um abraço!

JOICE WORM disse...

Há colecções maravilhosas Luís. Eu também gosto de coleccionar, mas com tantas mudanças de Salvador para Brasilia, de Brasilia para Salvador, do Brasil para Portugal, de Lisboa para Alter do Chão (Portugal), de Portugal para Espanha... Não consigo coleccionar nada e trazer comigo a não ser as centenas de livros que tenho e que meu marido já fica imaginando uma nova mudança como será para carregar outra vez tantas caixas... Mesmo assim, sei que a última será outra vez para o Brasil. Para descansar a minha velhice e a minha alma.
Meu sogro também colecciona livros e esta semana na graduação escolar da nossa filha mais velha, ele lhe ofereceu um livro de 1906 das obras completas de Shakespeare. Imagine. A encardenação é espectacular (capa vermelha e letras douradas) e as folhas e letras iguais a da Bíblia (também com lateral das páginas amareladas, também em dourado...). Precisava ver!
Um beijo amigo. Gostei do seu post. Para mim, foi nostalgico.

ROSA disse...

Luiz querido essa sua coleção de carrinhos é fantástica. Expressa o eterno menino que vive em ti e que sem dúvida ta,bém luta pela preservação de nosso palneta.beijos
Rose

Voz do meu Coração disse...

Muntinásio girados esses seus pequenos andarilhos, podinhive desde já começar a colecionar palavras para um lúzio galrar comigo à maneira do simpático povo da terrancosa de Molelos, obrigada pela sua passagem e comentário no meu blogue Amizade por Molelos. Bjs
Dora Coimbra
http://molelos.romandie.com
http://coimbra.romandie.com

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin